My Weblog: istanbul elektrikci besiktas elektrikci umraniye elektrikci film indir kadikoy elektrikci kagithane elektrikci beylikduzu elektrikci seyrantepe elektrikci alibeykoy elektrikci uskudar elektrikci umraniye elektrikci istanbul su tesisat tamiri sisli kombi tamiri sisli cilingirci

CBPD

 

Campeonato Brasileiro de Pole Dance – Miss Pole Dance Brasil

Logo_Campeonato_BR_branco PEQUENO

 

www.cbpoledance.com.br

O COMEÇO.

O MEIO.

O FUTURO.
O INÍCIO DE TUDO
O Pole Dance é uma modalidade de exercício que combina dança e ginástica. Trata-se da execução de uma série de exercícios coreografados em uma barra vertical, exigindo força, flexibilidade e resistência.

Apesar de ser uma atividade que se desenvolveu a partir das danças apresentadas em casas de strip-tease, características de países da América do Norte, hoje o Pole Dance está mais próximo de outras modalidades esportivas e performáticas, como a Ginástica Artística, o Tecido, a Lira e o Mastro Chinês. O que difere o Pole Dance dos demais são os elementos de dança, como coreografia e musicalidade.
Essa mudança se deu a partir dos anos 1980, quando algumas dançarinas de casas noturnas começaram a enxergar o potencial fitness dos movimentos realizados na barra. Com isso, começaram a criar movimentos novos e mais complexos, inspirados em outras modalidades artísticas e circenses.
As primeiras escolas especializadas no ensino do Pole Dance abertas ao público surgiram na década de 1990, nos Estados Unidos e no Canadá, logo aparecendo também na Inglaterra e na Austrália, inicialmente apenas para o público feminino. A partir dos anos 2000, o Pole Dance se disseminou em todo o mundo, enchendo os estúdios de pessoas que procuravam os benefícios dessa mistura de dança e musculação, que tanto aumenta a autoestima como muda o corpo de homens e mulheres. A primeira academia aberta na América Latina foi na Argentina, em meados dos anos 2000.
O primeiro campeonato esportivo mundial de Pole Dance aconteceu em 2005, em Amsterdã, na Holanda. Desde então, os campeonatos têm se disseminado em todo o mundo. Além dos campeonatos regionais e nacionais, existem cerca de 7 competições internacionais da modalidade por ano.

O POLE DANCE NO BRASIL

No Brasil, a modalidade começou a crescer em 2007, após a dança ser mostrada em uma novela. A personagem que fazia pole dance foi treinada com Alexandra Valença, considerada uma das pioneiras do pole dance no Brasil. A primeira escola especializada em pole dance no Brasil foi aberta em maio de 2008, em Curitiba, pela educadora física Grazieli Brugner (Grazzy Brugner). O sucesso foi imediato, e o Pole Dance ganhou rapidamente uma legião de “seguidores” apaixonados, tanto mulheres como homens.
O primeiro campeonato de pole dance feito no Brasil aconteceu em 2008 e foi Idealizado e Organizado pelo Studio Grazzy Brugner, em Curitiba, Paraná, e envolveu apenas escolas da região. No ano seguinte, 2009, foi organizado o primeiro Campeonato Brasileiro de Pole Dance, com a participação de escolas de diversas regiões do país. Desde 2009, os campeonatos nacionais são realizados anualmente, sempre organizados pelo Studio Grazzy Brugner, com adesão crescente de escolas e atletas, e desde 2010 o campeonato também inclui a categoria masculina. Além do Campeonato Brasileiro, bienalmente são realizados os campeonatos Miss Pole Dance Glamour, em Curitiba, e Pole Battle, no Rio de Janeiro, este organizado pela escola UpDance Studio. Em 2011, foi realizado o primeiro campeonato regional de pole dance no Brasil, no Estado de São Paulo, como o apoio da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer. Foi o primeiro evento brasileiro da modalidade com apoio governamental, um marco do reconhecimento do pole dance como esporte. Foi organizado pela Federação Paulista de Pole Dance – FEPAPD.
A primeira campeã brasileira de Pole Dance, em 2009, foi Rafaela Montanaro, de São Paulo, que no mesmo ano conquistou o título de campeã sul-americana de Pole Dance, em Buenos Aires, Argentina. Em 2010, Rafaela representou o Brasil no Campeonato Mundial de Pole Dance, em Zurique, na Suíça, ficando em terceiro lugar. Em 2011, Rafaela conquistou o primeiro lugar na categoria fitness no International Pole Championships (IPC), em Hong Kong, título que voltou a ganhar em 2012. Rafaela ganhou novamente o Campeonato Sul-americano de Pole Dance em 2012 e é hoje a atleta brasileira mais conhecida internacionalmente.
A partir de 2010, os homens também foram incluídos no campeonato, com a criação da categoria masculina, sendo o Brasil o primeiro país da América Latina a incluir essa categoria em seu campeonato nacional de pole dance. O primeiro campeão brasileiro de pole dance foi Júlio Peixoto, do Rio de Janeiro, que voltou a levar o título em 2011. Em 2010, a campeã foi Duda Ribeiro, e em 2011, Edi Reis, que também conquistou o segundo lugar no Campeonato sul-americano em 2011.
Os atuais campeões brasileiros de Pole Dance são Alessandra Rancan e Carlos França, ambos de São Paulo. Os dois foram finalistas do Campeonato Sul-americano de Pole Dance 2012, em Buenos Aires, tendo Carlos França conquistado o primeiro lugar na categoria masculina, colocando o Brasil no topo desse esporte na América Latina.

AS FEDERAÇÕES

Desde 2009, diversos grupos vêm lutando para que o Pole Dance seja incluído nas Olimpíadas. No Brasil, foi criada em 2010 a Federação Paulista de Pole Dance (FEPAPD), em 2012, foi criada a Federação de Pole Sport do Rio de Janeiro (FEPS-RJ), em 2013, foi criada a Federação Catarinense de Pole Dance (FECAPOLE-SC) e também a Federação Paranaense de Pole Dance (FPPD-PR), entidades organizadas com o intuito de lutar pelo reconhecimento dessa modalidade como esporte, sem perder as características artísticas típicas do pole dance.